1.º de outubro - Dia Internacional das Pessoas Idosas - Temática de 2019: "a Jornada para a igualdade na idade" ("The Journey to Age Equality")

1 October, 2019

Estimados amigos do HIFA-PT:

Compartilhando informações sobre o Dia Internacional das Pessoas Idosas que se celebra hoje, 1.º de outubro de 2019.

Cabe lembrar que pela resolução 45/106 de 14 de dezembro de 1990, a Assembleia Geral das Nações Unidas designou 1 de Outubro como o Dia internacional das pessoas idosas. Este dia pretende reconhecer que:

a) os idosos são um ativo para a sociedade que podem contribuir significativamente para o processo de desenvolvimento, e

b) a complexidade e rapidez do envelhecimento da população mundial e a necessidade de ter uma base comum e um quadro de referência para a proteção e promoção dos direitos dos idosos, incluindo a contribuição que os idosos podem e devem fazer à sociedade.

Temática de 2019: "a Jornada para a igualdade na idade" (em inglês: "The Journey to Age Equality")

A Agenda 2030 e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) reconhecem que o desenvolvimento só pode ser alcançado se incluir todas as idades. O empoderamento dos idosos em todas as áreas do desenvolvimento, incluindo sua participação na vida social, econômica e política, ajuda a garantir sua inclusão e a reduzir as muitas desigualdades que essas pessoas enfrentam.

O tema do Dia Internacional do Idoso deste ano está intimamente ligado ao ODS 10, que busca abordar as desigualdades atualmente enfrentadas pelos idosos e prevenir as formas de exclusão que surgirão no futuro. Lida ainda com a redução da desigualdade dentro e entre países e visa "garantir a igualdade de oportunidades e reduzir as desigualdades". Algo que pode ser alcançado através de medidas para a eliminação da discriminação e o empoderamento e inclusão "social, econômica e política de todos, independentemente da idade, sexo, deficiência, raça, etnia, origem, religião, status econômico ou qualquer outro outra condição".

As disparidades na velhice geralmente refletem desvantagens caracterizadas por fatores como local, gênero, status socioeconômico, saúde, renda etc. Entre 2015 e 2030, o número de pessoas com 60 anos ou mais deve aumentar de 901 milhões para 1.400 milhões. O aumento do envelhecimento populacional e a desigualdade econômica têm um importante componente geracional. Além disso, o rápido envelhecimento da população, juntamente com as mudanças demográficas, sociais ou estruturais, podem agravar as desigualdades enfrentadas pelos idosos, limitando o crescimento econômico de um local e sua coesão social.

O tema de 2019 tem como objetivos:

:: Aumentar a conscientização sobre as desigualdades durante a velhice e influenciar como elas refletem a soma das desvantagens ao longo da vida, destacando o risco intergeracional de um aumento na desigualdade durante a velhice.

:: Aumentar a conscientização sobre a urgência de abordar as desigualdades enfrentadas pelos idosos hoje em dia e a necessidade de trabalhar para evitar as que surgirão no futuro.

:: Explorar mudanças sociais e estruturais no âmbito das políticas de curso da vida, como aprendizagem permanente, medidas proativas e adaptativas de trabalho, proteção social e cobertura universal de saúde.

:: Refletir sobre as práticas, lições aprendidas e os progressos alcançados na eliminação das desigualdades enfrentadas pelos idosos, bem como avaliar esforços para alterar narrativas e estereótipos negativos que afetam a velhice.

Fonte: ONU, <https://www.un.org/es/events/olderpersonsday/> (nota traduzida livremente pela Moderadora para fins de disseminação no HIFA-PT).

Também:

OMS lança aplicativo digital para melhorar cuidados às pessoas idosas

No Dia Internacional das Pessoas Idosas, celebrado nesta terça-feira, 1º de outubro, a Organização Mundial da Saúde (OMS) disponibilizou um pacote de ferramentas, incluindo um aplicativo digital, para ajudar assistentes sociais e de saúde a oferecerem melhores cuidados às pessoas idosas.

Um inovador aplicativo digital, WHO ICOPE Handbook App, fornece orientações práticas para abordar condições prioritárias, entre elas limitações de mobilidade, má nutrição, perda de visão e audição, declínio cognitivo, sintomas depressivos e assistência e suporte social. Usado em conjunto com um pacote de ferramentas, incluindo um novo manual, o aplicativo acelerará o treinamento de assistentes sociais e de saúde para melhor atender às diversas necessidades dos das pessoas idosas.

"É essencial que os serviços para pessoas idosas sejam incluídos nos pacotes universais de assistência médica. Ao mesmo tempo, é preciso haver uma boa coordenação entre os serviços de saúde e sociais para oferecer um atendimento ideal quando necessário. O novo pacote de ferramentas incentiva o envelhecimento saudável com um modelo de assistência coordenado e centrado na pessoa", afirma Anshu Banerjee, diretor do departamento da OMS que trata de saúde materna, neonatal, infantil, do adolescente e envelhecimento.

A população do mundo está envelhecendo em ritmo acelerado. Até 2050, uma em cada cinco pessoas terá mais de 60 anos. O número de pessoas com mais de 80 anos deverá triplicar, de 143 milhões em 2019 para 426 milhões em 2050. "Essa inovação permitirá que as pessoas idosas continuem fazendo as coisas que valorizam, impedindo o isolamento social e a dependência de cuidados", diz Islene Araujo de Carvalho, líder do grupo sobre envelhecimento e cuidados integrados da OMS. "Intervir perto de onde essas pessoas vivem, com a participação ativa da comunidade e dos próprios idosos, é essencial para um plano de atendimento personalizado."

O pacote de ferramentas Integrated Care for Older People é o resultado de dois anos de extensas consultas com especialistas e partes interessadas, incluindo representantes da sociedade civil. A Agenda 2030 e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) reconhecem que o desenvolvimento só será possível se incluir pessoas de todas as idades. O empoderamento da pessoa idosa e sua plena participação e inclusão social, com boa saúde, são formas de reduzir as desigualdades.

Fonte: OPAS/OMS <https://www.paho.org/bra/index.php?option=com_content&view=article&id=60...

Saudações,

Eliane Santos, Moderadora-Líder do HIFA-PT